Números do 1º Semestre de 2019 – AR Mult continua em crescimento!

O mês de junho/19 encerrou o primeiro semestre de 2019 e tudo terminou como começou: A AR Mult avançando e a AC Soluti ampliando o seu domínio de mercado. De acordo com os números do ITI, o resultado foi claro:

Em junho/19: 1ª) AC Soluti – 91.351; 2ª) AC Certisign – 69.325; 3ª) AC Valid – 35.412; 4ª) AC Serasa – 35.323; 5ª) AC Safeweb – 34.199; 6ª) AC OAB – 20.659; 7ª) AC CNDL – 17.292; 8ª) AC Serpro – 14.785; 9ª) AC Link – 14.191; 10ª) AC Online – 13.291.

No 1º semestre de 2019: 1ª) AC Soluti (GO) – 564.815, 21,56% do total; 2ª) AC Certisign (SP) – 431.376, 16,47%; 3ª) AC Valid (SP) – 237.889, 9,08%; 4ª) AC Serasa (SP) – 236.360, 9,02%; 5ª) AC Safeweb (RS) – 217.149, 8,29%; 6ª) AC OAB (DF) – 134.960, 5,15%; 7ª) AC CNDL (DF) – 111.918, 4,27%; 8ª) AC Serpro (DF) – 95.995, 3,67%; 9ª) AC Link (MG) – 91.536, 3,49% e 10ª) AC Online (MT) – 79.634, 3,04%.

De julho de 2018 a junho de 2019 foram emitidos 4.976.050 certificados digitais no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil, crescimento de 28,95% em relação ao mesmo período entre 2017 e 2018, quando o número de emissões foi de 3.858.933.

Também houve aumento na comparação entre as emissões acumuladas no ano. De janeiro a junho de 2019, foram emitidos 2.626.311 certificados, enquanto nos seis primeiros meses de 2018 foram 2.066.680 – elevação de 27,08%.

Histórico de emissões do mês de junho: 2017: 295.818 // 2018: 392.428 // 2019: 413.029.

Em junho/19, mês atípico, houve queda nacional nas emissões em cerca de 12,44% (473.423 certificados emitidos em maio/19 para 414.522 certificados emitidos em junho/19).

Apesar disso a AR Mult, numa ascendente, teve queda bem menor do que a média do mercado nacional: -7,74% em jun/19 em relação à Mai/19. Já em julho/19 a AR Mult teve aumento de 5,62% em relação à Maio/19 e aumento de 14,50% em relação à Junho/19.

A direção da AR Mult trabalha com planejamento de crescimento médio mensal mínimo da ordem de 5%, ou seja, aumento das emissões em cerca de 79,58% daqui a 12 (doze) meses. Seguimos atualizando…