Novas ARs com nomes similares às antigas trazem aborrecimentos aos empresários

Falamos aqui em nome de muitos, que não querem, não podem ou não gostam de se expor, mas partimos do princípio de tratar todos os assuntos de forma clara, transparente e, principalmente, verdadeira.

A Mult Tecnologia, como a maioria tem ciência, é empresa constituída há quase 26 anos e está, há 8 anos, operando com a certificação digital como o seu principal produto. Durante esse período foram muitas lutas e dificuldades travadas e que ainda continuam. É um mercado competitivo, controlado e que, com as mudanças que vêm sendo efetivadas, acabam por trazer ao mercado empresas e concorrentes de todos os tipos, qualificações e capacidade – algumas excelentes, outras sem compromisso nem ética.

Um péssimo hábito que vem se transformando em fato rotineiro é o credenciamento de empresas desconhecidas que querem se beneficiar com o que outras, antigas e consolidadas, fizeram até aqui. Na data de ontem, foi credenciada, uma delas, denominada “Multi Certificadora”. É claro que Mult Tecnologia (AR Mult) é diferente de Multi Certificadora (AR Multi Certificadora) quando se escreve, mas ao cliente, desatento a esses detalhes, simplesmente dizer, por exemplo: “Onde fica a Mult, que faz certificação digital?” ou “Ah… Mult é antiga, conheço e indico”, traz o risco da dúvida e da confusão.

Nesse sentido que nos cabe esclarecer que ambas são empresas totalmente distintas, desconhecemos os sócios dessa Multi Certificadora, nem estamos aqui para julgar nada, mas lamentamos que necessitam se amparar no trabalho de terceiros para conseguirem formar nome no mercado. Multi Certificadora nem no Google aparece e, de repente, do nada, vem para o mercado da certificação digital utilizando-se de nome similar com claros benefícios.

Nesse mesmo sentido lamentamos também que empresários que jogam o chamado “jogo sujo”, ou mesmo, “o jogo não ético”, como queiram, vêm inaugurando filiais ao lado, ou próximos das ARs antigas – muitas vezes no mesmo edifício como no nosso caso – de filiais de suas ARs.

Para as empresas maiores, que cresceram ao longo do tempo, competir com pequenas ARs, com apenas um pequeno escritório, um agente de registro, com custo fixo extremamente baixo é bastante difícil. Essas mesmas empresas que surgem hoje do nada, sem um compromisso de longo prazo com o setor, como uma aposta se vai dar certo ou errado, que prejudicam quem realmente faz a diferença, se utilizando nomes parecidos e instalando as suas lojas ao lado de empresas antigas do setor no claro intuito de “se dar bem”.

Fernando Toscano, diretor da AR Mult, dá a sua opinião: “Fico muito aborrecido que, com tantas dificuldades que tivemos para chegar até aqui, ainda temos que lidar com esse tipo de coisa. Infelizmente o Brasil funciona assim; se fosse um país realmente sério as empresas não usariam desse tipo de artifício que só demonstra falta de preparo, ética, profissionalismo e capacidade“.