AC Soluti fecha 2018 demonstrando domínio de mercado

Os números não mentem!

Foi divulgado hoje, pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, os números de dezembro/18 e, consequentemente, o fechamento das emissões no ano de 2018. Somente em dez/18 a AC Soluti emitiu nada menos do que 11.198 certificados a mais que a segunda maior emissora (AC Certisign)!!! Não fosse a dificuldade enfrentada com algumas Autoridades de Registro – ARs, vinculadas à AC Soluti (inclusive com a AR Mult, que ficou parada, aguardando deferimento do ITI), no primeiro semestre, o domínio poderia ter sido amplo. Ainda assim verifica-se o claro crescimento da empresa em comparação com as demais, fechando o ano em 2º lugar no ranking nacional e domínio nos quatro últimos meses do ano.

Foram emitidos 4.416.398 certificados digitais em 2018 ante os 3.587.733 de 2017 (acréscimo de 23,0972%) sendo 301.209 em dez/18 (contra 279.498 em 2017 e 245.021 em 2016). Abaixo o detalhamento:

Números de dez/18 (total de certificados digitais emitidos): 1º) AC Soluti Múltipla – 61.561; 2º) AC Certisign RFB – 50.363; 3º) AC Valid RFB (32.887); 4º) AC Serasa RFB (27.083); 5º) AC Safeweb RFB (25.452), seguidas da CNDL, OAB, Online (AC de 2º nível), Serpro e Instituto Fenacon.

Fechamento ref. ao ano de 2018 (total de certificados digitais emitidos): 1º) AC Certisign (806.967); 2º) AC Soluti (790.083); 3º) AC Valid (424.825); 4º) AC Serasa (416.205); 5º) AC Safeweb (322.443); 6) AC CNDL (204.676); 7º) AC OAB (193.460); 8º) AC Online (174.589); 9º) AC Serpro (166.038); e 10º) AC Instituto Fenacon (158.910).

Os certificados, por tipo, em volume de emissão em 2018: 1º) e-CNPJ A1 (2.026.885 – 45,8%); 2º) e-CPF A3 (1.106.269 – 25,0%); 3º) e-CNPJ A3 (997.485 – 22,5%); 4º) e-CPF A1 (281.588 – 6,3%). Os demais tipos de certificados somaram 4.171 emissões.

O Brasil terminou 2018 com 17 ACs de 1º nível, 95 ACs de 2º nível, 1.130 ARs, 1.608 ITs, 8 Autoridades de Carimbo do Tempo, 42 Prestadores de Serviço de Suporte (PSS) e 5 Prestadores de Serviço Biométrico – PSBIO.